terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Espera...


28.11.08

A espera em SP não foi tão longa quanto eu achei que seria. O tempo passou e quando me dei conta já estava no avião da Lufthansa rumo a Munique. Meu assento deveria ser na janela, mas um casal queria sentar junto, então cedi meu lugar e fiquei no corredor. Apenas dessa vez, deveria ter sido egoísta. Sei que sem a janela para me apioar ao lado eu nao consigo dormir.
Foram apenas alguns minutos de cochilo durante o vôo de 11 horas. E muita comida, música e um filme bom. Como o pai tinha falado, a Lufthansa exagera ;) Embarquei às 15h. Às 15h30 foram bolachinhas. Logo após, às 16h, a janta (!). Bom, frango com arroz não é minha primeira opção de comida para as 16h, mas vamos lá. Depois, muitas vezes ofereceram tudo que é tipo de bebida, de chá e café a conhaque e licor. A mulher ao meu lado era russa e arranhava um pouco de espanhol. Tomou suco de tomate a viagem inteira :p

O filme que assisti não lembro o nome, mas era com a Scarlett Johansson e ela era uma babá de uma família rica em NY. Impressionante a quantidade de idiomas em que se podia ouvir o filme. Oito eu acho.
Os aeromoços também eram polilingues, mas tomei coragem e falei apenas alemão com eles.
No final das contas, o vôo nem pareceu tão longo. Quando chegamos em München eram 5 horas da manhã (São 3 horas de diferença para o Brasil, então em casa seriam 2h da manhã) e estava escuro. A temperatura era de 8 graus negativos. Quase congelei ao sair do avião, mas é uma sensação tão boa. E dentro do aeroporto é bem aquecido, então ok.

O aeroporto estava deserto quando chegamos. Fui carimbar o passaporte (=D) e o policial elogiou meu alemão. Por sorte ele foi muito amigável, porque ele teve que sair pra checar com o chefe dele se eu podia mesmo entrar ou não. O negócio é que eu deveria estudar aqui pra poder fazer esse estágio. Que bom que eu tinha todos os papéis, mas me deu um medinho ainda assim.
Ele voltou e falou que meu visto era só a partir do dia 1o de dezembro, e hoje é dia 28. Eu sei, preenchi errado os papéis no consulado e sabia que ia dar problema. Respondi que achei que não ia dar problema se eu ficasse 2 dias como turista. Ele sorriu e disse "boa resposta". Então me deu instruções de o que falar para algum guarda se me pegassem com isso então ok.

Segui em frente e de repente me vi em um lugar lindo. Árvores de Natal por todo o lado, com luzes brancas... comecei a chorar. E parte o choro era de alívio pela coisa do visto - eu estava muito nervosa. Imagina se tivesse que ficar dois dias no aeroporto? - mas principalmente porque realmente me emocionei com a beleza do lugar. Alemanha!
Vi em uma revista no avião uma propaganda que dizia "Alemanha, terra do Natal". Realmente. Mal posso esperar.
Queria tirar fotos mas a máquina estava sem bateria. Estranho, porque carreguei antes de sair de casa.

Como teria seis horas nesse aeroporto, fui conhecer tudo. Sozinha. Muito emocionante.
Comprei pilhas - facada, 6.50 Euro! 20 reais por 4 pilhas! Mas vamos lá, eu nao podia deixar de fotografar. Fiz uns videozinhos e tal. Pena que não está nevando, seria demais!

Depois de ficar com dor nos pés de tanto caminhar - é realmente enorme aqui - achei um sofazinho bem confortável. Tinha um cara deitado roncando no sofá da frente, então achei que não teria problema em dar uma deitadinha. Dormi direto por 2 horas (com a cabeça sobre a mochila, não se preocupem que não tinha como roubar). Foi muito revigorante.
Ainda estou com muita olheira e os olhos vermelhos - mas não é de chorar, é aquela maldita alergia que aparece às vezes. Sonhei muita bobagem, mas faz parte.

É muito interessante ouvir todos ao meu redor falando alemão. E esse alemão estranho... Se alguém não sabe, como morei um ano na Suíça, aprendi o alemão de lá, cujo sotaque é muuuito diferente. Mas legal, quero pegar bem o alemão daqui. Me impressionei com a quantidade de vôos aqui do aeroporto. Desde que cheguei já foram 4 para Hamburgo. É legal ter tempo de sobra entre um vôo e outro pra não se preocupar e tal, mas fiquei pensando que meu agente de viagens (;D) me sacaneou me deixando aqui por 6 horas e meia. Bom, não tinha como saber que tudo ia estar no horário, né?

3 comentários:

Fefa disse...

Mas como escreve essa guria. Não para, não para não. haha
Alemão estranho é o teu! ã ushaushaushau
Adorei que vou ter notícias fresquinhas sempre. Não precisa escrever todo o dia, mas não deixa isso aqui morrer. Tudo de bom ai, amigona! Vai dar tudo certo! Beijão!

Sr. M disse...

Bah, o filme era Diário de uma babá.

A Alemanha é legal *.*

Anônimo disse...

Que bela descrição de tudo! Parabéns...